©2019 por coLAB urbis. Orgulhosamente criado com Wix.com

Como ajudar

A participação é o fator crítico de sucesso deste projeto, e ela pode acontecer de diversas formas:

1. Interesse em ter um terreno

É a partir dessa demanda que outros agentes vão desenhar o espaço, chamamos esses indivíduos de Iniciadores, porque é com eles que tudo começa

2. Desenho

É a partir da demanda dos Iniciadores que os Criadores, como chamamos esse perfil de contribuição, vão desenhar os terrenos no Qgis e posteriormente no AutoCAD

3. Organização

A ajuda pontual, organização de projeto, opinião sobre processos, etc. também é um tipo de participação. Ela pode acontecer tanto no desenho como neste site

Para viabilizar nossa empreitada, utilizaremos uma plataforma de trabalho coletivo Open Source, o GitHub e os programas de desenho necessários a cada etapa, inicialmente o QGIS e posteriormente o AutoCAD.

OPEN SOURCE

Para viabilizar o nosso projeto de cidade pegamos um conceito emprestado da área da tecnologia, o Open Source.

O Open Source é um modelo de desenvolvimento que promove o licenciamento livre para o design ou esquematização de um produto, e a redistribuição universal desses, com a possibilidade de livre consulta, examinação ou modificação do produto, sem a necessidade de se pagar uma licença comercial, promovendo um modelo colaborativo de produção intelectual.

O nosso projeto se torna Open Source à medida que ele for compartilhado, modificado e aperfeiçoado.

Alguns dos conceitos que envolvem essa forma de trabalhar estão listados abaixo:

Transparência

é necessária não somente para o acesso ao código fonte, mas também para que todos os envolvidos possam ter acesso aos materiais e informações necessários para trabalhar. Além disso quando esses arquivos estão disponíveis, é possível continuar a partir da ideia e descobertas de outra pessoa. Esse processo ajuda a tomar decisões mais efetivas e entender como elas afetam o todo.

Colaboração

se mostra na associação entre os indivíduos, em entender que cada um pode contribuir com algo diferente, resolvendo problemas que muita vezes uma só pessoa não conseguiria. Além disso, mantendo-se o conceito de abertura, permite-se que outros agreguem ao projeto no futuro.

Prototipagem rápida

é necessária para se ter uma abordagem interativa, que conduz rapidamente para melhores soluções. Quando se é livre para experimentar, analisa-se o problema de forma diferente e é possível buscar soluções em outros lugares. É o aprendizado pelo trabalho de fazer, por isso uma liberação rápida e constante dos dados e informações é necessária.

Meritocracia

aqui utiliza-se a tradução literal do termo no seu original, a meritocracia aqui defendida é a de que algumas pessoas - por terem mais conhecimento teórico acumulado, características de liderança, ou mesmo mais experiência vivida - podem conduzir/mediar as discussões em busca dos consensos que resultaram na escolha do modelo a ser seguido. Para além disso, o modelo pressupõe que qualquer um pode dar ideias e que as melhores ideias prevalecerão. Criam-se líderes locais pelo reconhecimento do esforço destes pela própria comunidade.

Participação

é a parte essencial da metodologia Open Source, diferentes pessoas unidas por um propósito em comum. Valores comuns guiam a tomada de decisão e os objetivos da comunidade sobrepõem-se a interesses individuais e agendas.

A plataforma que viabiliza essa forma de trabalho é o GitHub. Quer saber mais? Clica aqui embaixo!